Portal da Secretaria Municipal de Educação

Publicado em:

Após 4 anos, Prefeitura volta a aplicar a Prova São Paulo para mais de 200 mil alunos

Avaliação da Rede Municipal será realizada de 18 a 20 de outubro e permite acompanhar a evolução do ensino ano a ano

prova_sp_740_x_430.jpg

Depois de quatro anos, a Prova São Paulo volta a ser realizada na capital. A mais importante avaliação do sistema de ensino paulistano será aplicada entre os dias 18 a 20 de outubro para cerca de 230 mil alunos do 3º ao 9º ano do Ensino Fundamental nas escolas da rede municipal. Também no dia 18 estreia a Provinha São Paulo, com foco na alfabetização, voltada para alunos do 2º ano.

O objetivo da Prova São Paulo é acompanhar a evolução do ensino na rede municipal ano a ano, além de ser uma ferramenta fundamental para o planejamento e correção de rumos pedagógicos. Serão realizadas provas de Matemática, Língua Portuguesa e Ciências da Natureza, além de redação. As provas também têm tradução em Braile e Libras.

“O novo sistema de avaliações foi pensado para permitir o acompanhamento permanente das ações pedagógicas e aprimorar as políticas públicas educacionais mais amplas”, diz o secretário municipal de Educação, Alexandre Schneider.

Provinha São Paulo - Para os cerca de 50 mil alunos do 2º ano, nos dias 18 e 19 de outubro, será aplicada a inédita Provinha São Paulo, que vai avaliar a alfabetização em Linguagem e Matemática. Serão aferidas a leitura e a escrita em 20 questões fechadas e 5 abertas. Com os resultados da prova será possível verificar a alfabetização no 2º ano e acertar caminhos pedagógicos para que as crianças da rede municipal estejam alfabetizadas até os sete anos.

Além das provas, serão aplicados questionários para pais e educadores a fim de contextualizar a escola em outros fatores, como sociais e econômicos.

Sistema de avaliações - Prova São Paulo e Provinha São Paulo fazem parte de um novo sistema de avaliações, que ainda inclui provas semestrais e simulados, como para o Enem (destinados a quem está no Ensino Médio), além de, claro, as avaliações rotineiras de cada escola. Este sistema foi planejado para permitir o acompanhamento permanente das ações pedagógicas, tanto possibilitando que cada escola faça mudanças durante o ano letivo quanto permitindo aprimorar as políticas públicas educacionais mais amplas, ano a ano.

Como será - A Prova São Paulo ocorrerá para as turmas do período matutino, às 8 horas. As turmas do período vespertino farão a prova às 14h30. No dia 18 a avaliação será de Língua Portuguesa e Produção de Textos. No segundo dia, 19, os estudantes responderão questões sobre Matemática. No último, 20, será abordado Ciências Naturais. Os alunos devem ir à escola normalmente, como em um dia de estudos regular.



Compartilhar esta página: