Portal da Secretaria Municipal de Educação

Publicado em:

Cinco cooperativas do Vale do Ribeira passam a fornecer frutas para a Alimentação Escolar

A compra, no valor de R$ 1,6 milhão, vai ativar a economia de uma das principais regiões produtoras de banana do Estado

bananas_740_x_430.jpg

Nesta sexta, 19 de dezembro, às 11h, o Departamento de Alimentação Escolar (DAE) da Secretaria Municipal de Educação assina contrato de aquisição de 700 toneladas de banana nanica e banana prata para consumo nas escolas da Rede Municipal de Ensino de São Paulo. É a primeira compra de produto in natura oriundo da Agricultura Familiar e de uma importante região do Estado de São Paulo – o Vale do Ribeira.

O investimento é de R$ 1,6 milhão e beneficiará 187.202 alunos de 674 escolas com gestão direta, mista ou conveniada do serviço de alimentação. As 512 toneladas de banana nanica e as 194,6 toneladas de banana prata já estarão nas escolas municipais no início do ano letivo de 2015.

São cinco as cooperativas envolvidas nessa compra: Associação dos Bananicultores de Miracatu (ABAM), Cooperativa dos Produtores Rurais e da Agricultura Familiar do Município de Juquiá (COOPAFARGA), Cooperativa da Agricultura Familiar de Sete Barras (COOPAFASB), Cooperativa Agroecologia dos Agricultores Familiares do Vale do Ribeira e Litoral Sul – Família do Vale e Cooperativa dos Bananicultores de Miracatu (COOBAM).

O Vale do Ribeira – uma região de Mata Atlântica preservada – é repleta de pequenos agricultores familiares que têm na fruta a principal fonte de renda. A compra da banana para a merenda escolar ajuda a promover o desenvolvimento local do Vale, além de assegurar a qualidade do Programa de Alimentação Escolar das unidades municipais.

A assinatura do contrato, nesta sexta, contará com a presença do secretário municipal de Educação, Cesar Callegari, da diretora do Departamento de Alimentação Escolar (DAE), Erika Fischer, e de representantes das cinco cooperativas.

Além da aquisição da banana, o DAE está comprando mais 360 toneladas de arroz parboilizado e 300 mil litros de suco de uva integral. A assinatura do contrato para a aquisição desses produtos será na próxima semana, nos dias 22 e 23 de dezembro.

A Secretaria Municipal de Educação já incluiu, no cardápio dos alunos da Rede, suco de uva integral, arroz parboilizado e orgânico, feijão e suco de laranja oriundos da Agricultura Familiar.

Programa de Alimentação Escolar - O Programa de Alimentação Escolar do Município de São Paulo, gerenciado pelo DAE, tem como objetivo atender as necessidades nutricionais dos alunos no período de permanência na unidade educacional e favorecer a formação de bons hábitos alimentares. Para isso, adota como diretrizes o aumento da oferta de frutas, verduras e legumes, com cardápios variados mais aproximados à alimentação caseira, com restrição de gorduras saturadas, gorduras trans, limitação de açúcar livre e de sódio e aumento do teor de fibras provenientes tanto dos vegetais quanto de produtos integrais.

Na semana passada, o DAE anunciou as seis escolas vencedoras do inédito Prêmio Educação Além do Prato, que incentivou pesquisas na área de alimentação e a realização de receitas quentes e frias pelas equipes escolares. O primeiro colocado de cada uma das duas categorias ganhou uma viagem internacional de intercâmbio, incluindo passagens, traslados, hospedagem e alimentação em data e local a ser definido pelo Centro de Excelência Contra a Fome (ONU/PMA). O segundo colocado de cada categoria recebeu uma viagem de intercâmbio para um Estado brasileiro, e os terceiros lugares desfrutarão de uma experiência gastronômica e de um jantar degustação com a chef Mara Salles, no restaurante Tordesilhas.

Serviço
Assinatura do contrato de aquisição de banana nanica e prata da Agricultura Familiar
Data: 19 de dezembro
Horário: 11h
Local: Departamento de Alimentação Escolar (DAE)
Endereço: Rua Líbero Badaró, 425, Anhangabaú.