Publicado em:

Educação municipal participa do maior evento de tecnologia do país

Evento possibilitou aos estudantes e educadores a realização de entrevistas, palestras e cobertura nas redes sociais

campus_pos_740x430.jpg

Entre os dias 13 e 16 de fevereiro, educadores e cerca de 130 estudantes de 18 equipes da Imprensa Jovem da Rede Municipal de Ensino realizaram a cobertura jornalística da 12ª edição da Campus Party Brasil, o maior evento de tecnologia do país.

O Programa Imprensa Jovem marca presença na Campus Party desde a sua primeira edição, realizada em 2008. A proposta deste ano foi utilizar os recursos da tecnologia móvel, como celular e tablets, para realizar a cobertura jornalística do evento pela rede social Instagram e, posteriormente, a produção de matérias para publicação no portal da Secretaria Municipal de Educação (SME) e divulgação nas mídias sociais.

As produções dos estudantes foram divulgadas em tempo real na conta da rede social Instagram Imprensa Jovem, criada para facilitar o acesso às publicações e possibilitar o reconhecimento das ações protagonizadas pelos estudantes educomunicadores.

Cada equipe teve autonomia para pesquisar e selecionar a sua própria pauta de cobertura, baseada na programação oficial do evento.

Dentre as entrevistas realizadas na Campus Party, os estudantes conversaram com o Secretário Municipal de Inovação e Tecnologia da cidade de São Paulo, Daniel Annenberg, o vereador Eduardo Suplicy, a Professora de Informática da Rede Municipal Ensino e Finalista do Prêmio Global Teacher Prize, Débora Garofalo, e dois campuseiros ex-alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Jairo de Almeida.

O estudante do 6º ano da EMEF Prof. Roberto Mange, Miguel da Silva, comentou sobre a sua participação no evento.
“Eu só consegui viver tudo isso na Campus Party por causa da Imprensa Jovem. Se valeu? Foi a melhor experiência da minha vida!”, afirmou Miguel.

A Professora Débora Garofalo também falou sobre estar na programação da Campus Party.
“Uma alegria ter a possibilidade de palestrar na Campus Party para conversar sobre Educação e dialogar a respeito da aprendizagem criativa e da robótica com sucata na escola pública”, relatou Débora.

O Coordenador do Núcleo de Educomunicação da Secretaria Municipal de Educação (SME), Carlos Lima, coordenou as ações das equipes de Imprensa Jovem no evento e realizou uma palestra, no palco Educação do Futuro, sobre a temática “Como criar uma agência de notícias na escola”.

"A participação na Campus é sempre uma oportunidade dos estudantes exercerem e aprimorarem o papel de aluno repórter por meio da produção de matérias jornalísticas”, observou Carlos.

A Professora e Assessora Técnica do Núcleo de Tecnologias para Aprendizagem, Tânia Tadeu, apresentou no palco principal do evento as principais ações de tecnologia realizadas na educação paulistana, em especial a utilização dos Fablabs. A educadora mostrou a importância e os resultados da introdução da tecnologia e da “Cultura Maker” no desenvolvimento dos estudantes e das escolas.

Segundo a Professora Elaine, responsável pela equipe da Imprensa Jovem da EMEF Jairo de Almeida, a Campus Party é um momento único na vida dos estudantes. “Temos alunos da escola que participaram do projeto e hoje participam como campuseiros. Eu participo desde a primeira edição e a cada ano é um novo aprendizado”, comentou Elaine.

Para o estudante Yan Carlos, do 7º ano, da EMEF Professor Roberto Mange, a Campus Party foi a realização de um sonho. “É impossível ver tudo, mas o que mais gostei foi dos jogos. Aprendi que assim como consegui chegar à Campus Party, eu também posso alcançar outros sonhos”, disse Yan.

Confira as escolas participantes.

Veja as fotos e vídeos realizados pelos estudantes durante a cobertura do evento.