Portal da Secretaria Municipal de Educação

Publicado em:

Encontro final do curso “Eletropaulo nas Escolas”

Educadores participantes das formações puderam apresentar suas práticas

SeminariodeEducacaoAmbiental_740x430.jpg


Entre os dias 28 e 29 de novembro, ocorreu o encontro final do curso “Eletropaulo nas Escolas”. O evento aconteceu no Campus Vergueiro da Universidade Nove do Julho (Uninove) e reuniu educadores que participaram da formação para atividade de fechamento da ação e apresentação das práticas desenvolvidas nas escolas a partir dos conhecimentos adquiridos no curso.


A formação ocorreu entre os meses de agosto e dezembro e foi oferecida por meio de Acordo de Cooperação entre a Secretaria Municipal de Educação (SME), por meio do Núcleo de Educação Ambiental (NEA), e a Eletropaulo.


O curso propõe que cada unidade forme um Núcleo de Ação para a Eficiência Energética (NAEE) para assumir a responsabilidade de difundir uma cultura que promova um melhor uso das fontes de energia e engajar a comunidade escolar e as famílias na realização de uma série de tarefas teóricas, práticas, interativas e divertidas, sempre articuladas com os princípios da Matriz dos Saberes e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) apresentados no Currículo da Cidade.


O encontro de fechamento contou com a palestra da educadora Lilian Faversani, que falou sobre conceito de escola republicana e da importância e responsabilidade da escola pública em formar cidadãos e cidadãs, indivíduos que saibam interferir no mundo de forma positiva, atuando para o bem da comunidade e colaborando para um planeta mais sustentável.


Também houve a apresentações de práticas educativas desenvolvidas em diversas escolas por meio dos NAEEs – grupos formados por educadores e estudantes que aceitaram o convite de mobilizar a comunidade escolar.


Claudia Regina Pereira Catacura é professora de Educação Infantil e Ensino Fundamental há 30 anos e está há 13 na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Desembargador Arthur Wittaker. Ela leciona para uma turma de 3º ano, desenvolveu em parceria com outros educadores as atividades do projeto Eletropaulo nas Escolas e pôde apresentar, juntamente com três estudantes, a sua prática no último dia do curso. Para ela, o principal resultado de todo esse processo foi a modificação de ações cotidianas que promovem o cuidado com a natureza, a eficiência energética, a relação com o consumo de energia e a sustentabilidade. Outra coisa que a professora não mensurava alcançar foi o fortalecimento do vínculo com estudantes, professores e famílias, além da disponibilidade para ouvir, falar e interagir com as pessoas. “Algo que não estava nos manuais, mas marcou a nossa aproximação e fez o projeto também atingir as famílias”, disse Claudia.


A professora contou que, entre muitas atividades, desenvolveram uma cápsula do tempo – um grande recipiente no qual foram guardados objetos do mundo atual, cartas dos estudantes e um manual com orientações sobre o projeto. Ele foi enterrado na área externa do terreno escolar e deverá ser desenterrado no futuro, com o intuito de conscientizar mais pessoas - os “amigos do futuro” - sobre a importância da sustentabilidade.