Publicado em:

Estudantes e educadores visitam produtores de hortaliças orgânicas

Ação tem o objetivo de promover o contato com agricultores familiares responsáveis pelo fornecimento de hortaliças orgânicas.

VISITA_PARELHEIROS_740x430.jpg

Entre 22 de novembro e 4 de dezembro, 180 estudantes e professores dos ciclos interdisciplinar e autoral (4º ao 9º ano) de quatro Unidades Educacionais da Rede Municipal de Ensino (RME) visitam agricultores familiares que integram a Cooperativa Agroecológica dos Produtores Rurais e de Água Limpa da Região Sul de São Paulo (COOPERAPAS), responsável pelo fornecimento de hortaliças folhosas orgânicas para escolas da rede.

A iniciativa tem o objetivo de proporcionar o contato com a agricultura orgânica e familiar e a vivência de momentos de plantio e colheita de alimentos.

As visitas acontecem no período da manhã, das 9h às 13h, em sítios localizados na Área de Proteção Ambiental (APA) Capivari-Monos, zona sul de São Paulo, região da Subprefeitura de Parelheiros.

Cronograma das visitas:

22/11 – Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Cacilda Becker Santo – Diretoria Regional de Educação (DRE) Santo Amaro

27/11 - EMEF CEU Feitiço da Vila - DRE Campo Limpo

29/11 - EMEF Júlio de Oliveira - DRE Pirituba/Jaraguá

04/12 - EMEF CEU Dep. César Arruda Castanho (CEU Uirapuru) - DRE Butantã.

As EMEFs pertencentes aos territórios das respectivas DREs recebem o fornecimento de hortaliças folhosas orgânicas que compõem o cardápio de alimentação escolar. A compra de hortaliças folhosas orgânicas contempla 1.490 unidades da Rede Municipal de Ensino.

Agricultura Familiar e Orgânicos - Desde 2009, a Lei que rege o Programa Nacional de Alimentação Escolar prevê que o município deve destinar 30% dos recursos recebidos pelo governo federal para compra de alimentos produzidos por agricultores familiares. Em 2015, foi aprovada uma Lei municipal que prevê a introdução progressiva de alimentos orgânicos no Programa de Alimentação Escolar da Cidade de São Paulo, regulamentada em 2016. Ambas as políticas públicas fomentam a aquisição de alimentos produzidos localmente. Partindo dessas duas premissas, em fevereiro de 2018, foi realizada pela primeira vez, na alimentação escolar de São Paulo, a assinatura de um contrato para fornecimento de hortaliças folhosas orgânicas e em fase de transição agroecológica oriundas da agricultura familiar.

Além das hortaliças, a alimentação escolar da Rede Municipal de Ensino conta com banana, suco de uva e arroz orgânicos no cardápio, além de outros alimentos produzidos pela agricultura familiar, como fubá, manteiga, requeijão cremoso, farinha de mandioca, carne suína, iogurte de frutas e de morango.


Veja as fotos.