Portal da Secretaria Municipal de Educação

Publicado em:

Professora da rede municipal de São Paulo está entre os 50 finalistas do "Global Teacher Prize"

Premiação é considerada o "Prêmio Nobel da Educação" e tem abrangência mundial




A Professora Débora Garofalo, da Rede Municipal de Ensino de São Paulo, está entre os 50 professores que disputam o "Global Teacher Prize". A premiação é considerada o "Prêmio Nobel da Educação" e tem abrangência mundial.


Garofalo é a primeira mulher brasileira que pode conquistar o prêmio de um milhão de dólares oferecido pela Academia do Prêmio Global de Professores. Nesta edição, concorreram 10 mil educadores de 179 países.


Na próxima etapa, em fevereiro de 2019, a academia vai anunciar os 10 finalistas. A premiação final ocorre em março de 2019 em Dubai, capital dos Emirados Árabes.


Sobre a professora - Débora Garofalo tem formação em Letras e Pedagogia e há 13 anos trabalha como professora. Há quatro anos leciona na EMEF Almirante Ary Parreiras e há três está à frente das aulas de Tecnologias para a Aprendizagem. Cerca de 700 estudantes do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental possuem aula com ela semanalmente.


Em seu projeto, os estudantes constroem protótipos móveis utilizando sucatas coletadas na própria comunidade. O trabalho envolve questões sobre o descarte consciente, a sustentabilidade e conhecimentos sobre programação.


Sua escola está localizada no bairro Jardim Leonor, na periferia da zona sul de São Paulo. Por meio do seu trabalho, cerca de 1 tonelada de materiais recicláveis já foi retirada do entorno e transformada em protótipos. O trabalho integra várias áreas do conhecimento, como tecnologia, língua portuguesa, ciências, geografia e matemática.


Saiba mais sobre o trabalho desenvolvido pela professora Débora Garofalo clicando aqui.