Publicado em:

Relatório da UNESCO sobre migração, deslocamento e educação é apresentado no Memorial da América Latina

Com o tema “Construir Pontes, Não Muros”, relatório traz análise sobre o objetivo 4 dos ODS – Educação de Qualidade

relatorio_unesco_ij_740x430.jpg

Matéria produzida pela Imprensa Jovem EMEF Leonor Mendes de Barro

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) no Brasil lançou, na quarta-feira (21), em São Paulo, no Memorial da América Latina, o “Relatório de Monitoramento Global de Educação 2019: migração, deslocamento e educação: construir pontes, não muros”.

O Relatório de Monitoramento Global da Educação 2019 analisa os impactos da migração, o deslocamento dos movimentos populacionais e examina o progresso da educação na agenda 2030, para saber como a educação pode construir com a formação de sociedades inclusivas e ajudar pessoas a aprender a conviver de forma equitativa, acolhedora e integral. De acordo com o diretor-geral da Organização Internacional para as migrações, William Lacy Swing, “o relatório reúne as informações sobre migração e educação para desenhar um quadro de oportunidades e apontar onde e porque as desvantagens educacionais podem ocorrer.  Ele destaca a luta da comunidade internacional para alcançar os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e maximizar os benefícios significativos da migração em âmbito mundial" .

Marlova Noleto, Diretora e Respresentante da Unesco no Brasil, apontou a promoção da diversidade como objetivo para atender a agenda ODS. Segundo a representante da Unesco, “todos os países devem trabalhar com a diversidade cultural, respeitar as diferenças, acolher todos os migrantes e imigrantes, a fim de atingir a agenda de Desenvolvimento Sustentável e não deixar ninguém para trás”.



A Rede Municipal de Ensino da Cidade de São Paulo esteve presente ao evento com o relato de Marilene Sales de Melo e Dione Aparecida Evangelista Maia Fonseca, que contaram a experiência de educação com crianças imigrantes com idade de 5 e 6 anos na Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) João Mendonça Falcão.

O Secretário Municipal de Educação, Alexandre Schneider, destacou o trabalho que a prefeitura está realizando para acolher os imigrantes. Segundo ele, existem muitas escolas com importantes trabalhos relacionados a diversidades culturais. “A própria rede está desenvolvendo formação para professores e materiais didáticos de apoio para lidar com a diversidade e as adversidades”, contou Schneider. Para o Secretário, os ambientes escolares precisam se adaptar, dar suporte às necessidades dos estudantes e estarem integrados aos programas de proteção social para proporcionar os suportes necessários aos estudantes e suas famílias.



O evento ainda contou com a participação de Priscila Franco, Diretora-Presidente da Fundação Memorial da América Latina, Luiz Miguel Martins Garcia, Presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME) de São Paulo, Simone Schramm, Secretária de Estado de Educação de Santa Catarina, Representante do Conselho Nacional dos Secretários de Educação – CONSED, Vicente de Paula Almeida Junior, Diretor de Politicas e Programas de Educação Superior da Secretaria de Educação Superior do MEC, representando o Ministro de Estado da Educação, Marlova Noleto, Diretora e Representante da UNESCO no Brasil, Katarzyna Kubacka, representando a equipe do Relatório GEM, que falou sobre “Migração indígena no Brasil: desafios no acesso à educação” com Débora Calstiglione, representando a Organização Internacional para as Migrações (OIM), e Silvia Sander, representado a Agência da ONU para os Refugiados (ACNUR), que realizou palestra com o tema “Inverter a tendência: perspectivas no acesso de refugiados à educação”.

Acesse a apresentação temática do Relatório de Monitoramento Global da Educação clicando aqui.

Acesse o Relatório de Monitoramento Global da Educação clicando aqui. 

Equipe Imprensa Jovem EMEF Leonor Mendes de Barros:

Júlia Santos
Jeniifer Lopes
Mariana Santos
Giovana Souza
Rogério Barros
Gabriel Leandro
Erick Pereira

UNESCO2_740X430.jpg