Publicado em:

Supermercado nos cantinhos da EMEI

Alunos desenvolvem o protagonismo com experiências lúdicas na construção do projeto

supermercado_emei_gabriel_740_x_430.jpg


Para trabalhar conceitos de matemática, cidadania, valores e crenças do cotidiano das crianças, a Professora de Educação Infantil Edna Conceição Monteiro, da Escola Municipal de Educação Infantil Gabriel Prestes, localizada na Sé (Diretoria Regional de Educação – DRE Ipiranga), construiu, com os alunos do Infantil II em um dos “cantinhos” da escola, o Supermercado Estrela.

Segundo a professora, o Projeto Supermercado nasceu de uma discussão das crianças em suas brincadeiras de faz de conta (casinha), quando “assavam” seus “bolos de milho” e “frangos” imaginários, temas estes frutos das experiências trazidas e vividas em suas casas. Dessas discussões, nasceu a necessidade de “comprar” os ingredientes para receitas e outras atividades da “casinha” como, por exemplo, produtos de limpeza e higiene pessoal.

A professora viu nessa discussão a oportunidade de criar um cenário de supermercado para proporcionar às crianças uma experiência cotidiana que as fizesse pensar a respeito da sobrevivência, das formas de produção e comercialização, além de conceitos sobre a vivência em sociedade e sua participação cidadã. A confecção dos produtos do supermercado teve como objetivo estimular o protagonismo das crianças na construção do projeto, como é o caso dos sucos, iogurtes, manteigas e amaciantes, que foram desenvolvidos por meio da mistura de cores e texturas, conseguidos pela descoloração, coloração, corte e colagem de materiais diversos. Além da confecção dos produtos, os alunos também foram instigados a imaginar e realizar as formas de apresentação, a posição para mostrá-los e, também, a compor seus preços aos seus consumidores.

Linguagens - O projeto possibilitou o desenvolvimento de diversas linguagens ao mesmo tempo. Nesse contexto, considera-se que, brincando, a criança poderá desenvolver a oralidade, a noção da linguagem matemática, a relação interpessoal e a experiência do letramento. Segundo a professora, foi com a construção dos cenários, nos quais ocorreram as integrações e atuações da brincadeira de supermercado com o caráter multidisciplinar, que houve também a conexão com outros projetos da escola como a brincadeira, a música e a cozinha experimental.

“Este projeto contribuiu para o desenvolvimento das crianças e, além do caráter inovador, foi coerente com a Proposta Pedagógica da escola, que prioriza o protagonismo das crianças na construção dos saberes e projetos com esse fim”, disse Edna Monteiro. Ainda segundo a Professora Edna Monteiro, trabalhar com a oralidade, quando as crianças refletem sobre a classificação e disposição dos produtos em um espaço de comercialização, para organização do supermercado, desenvolve as habilidades de falar e escutar, a integração com o outro, a construção da argumentação e o desenvolvimento de ideias, propiciando ao aluno exercer a cidadania e construir e reconstruir sua identidade social.

?Confira a galeria de fotos