Educação Étnico-Racial

Missão

Implementar as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana nos estabelecimentos de ensino da Rede Municipal de Educação de São Paulo por meio da formação continuada de professores e gestores, tendo por base as seguintes vertentes:

  • educação para a convivência;

  • ensino para aprendizagem e produção de conhecimento sobre história e cultura afro-brasileira e africana; história e cultura indígena, imigrante e latino-americana.

Linha do Tempo

2019
  • Grupo de Trabalho Étnico-Racial – DIPEDS – Atualização da prática pedagógica – Fevereiro a Dezembro
  • Junho Imigrante – 14/06/19
  • Seminário Internacional Imigração e Educação – 29/06/19
  • IV Seminário da Mostra Cultural Agosto Indígena – 30/08/19
  • IV Seminário da Mostra Cultural Novembro Negro – 27/11/19

2018
Currículo:
  • III Congresso Municipal de Educação para as Relações Étnico-Raciais – 30 e 31/10/2018
Formação:
  • Curso GT – NEER/DIPEDS “Educação para as Relações Étnico-Raciais: Atualizando a prática Pedagógica” de fevereiro a dezembro de 2018.
  • Curso “Refúgios Humanos” em parceria com o SESC – DRES Campo Limpo; DRE Ipiranga e DRE Penha
  • II e III Cursos de ”Formação de Professores para o Projeto “Portas Abertas: Português para Imigrantes” (1º e 2º semestres)
  • Curso “Escravo nem pensar !: Direito do Migrante e Prevenção do Trabalho Escravo e Infantil”
  • Curso “Percursos & Diálogos entre Professores: Histórias Afro-Atlânticas” (2º semestre)
  • Participação Seminário “Cem anos de Nelson Mandela” – em parceria com a Pontifícia Universidade Católica – São Paulo - TUCA
  • Participação do NEER no Seminário “30 anos de Geledés” – SESC V. Mariana
  • Participação Seminário Museu Afro-Brasil – Feminismos – acadêmica estadunidense Patrícia Hill Collins
Cursos sobre temas específicos: 2018
  • História e Cultura Afro-Brasileira e Africana;
  • História e Cultura Indígena;
  • História e Cultura de Povos imigrantes da Cidade de São Paulo.
Visita técnica às Unidades Educacionais que desenvolvem Projeto “Portas Abertas: Português para Imigrantes”
  • EMEF Infante D. Henrique
  • CIEJA Paulo Vanzolim
  • EMEF Coelho Neto
  • EMEF Dr. Fábio da Silva Prado
  • EMEF Paulo Colombo
Formação in loco por meio de agendamento das técnicas do NEER junto às UEs nos horários coletivos de formação: nas Reuniões Pedagógicas, Mostras Culturais, entre outras ações – 2018.
  • CEI Neide Ketehut
  • EMEI Adoniran Barbosa
  • CEU Três Pontes
  • DRE Itaquera – CEU Formosa
  • CIEJA PERUS II
  • EMEI Jardim Paulistano
  • DRE Santo Amaro
Lançamento:
  • UNESCO – Lançamento do livro Migração, deslocamento e educação: Construir Pontes, Não Muros – Relatório de Monitoramento Global da Educação/UNESCO – Auditório do Memorial da América Latina.
Imprensa Internacional
  • The Economist – jornalista Lian Li – Sobre o Projeto “Portas Abertas: Português para Imigrantes”.

2017
Currículo:
  • III Mostra Cultural Agosto Indígena de 2017 Agosto
  • I Curso de Formação de Professores para o “Projeto Portas Abertas: Português para Imigrantes” em parceria com a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania
  • III Seminário da Mostra Cultural Novembro Negro –
  • II Seminário da Mostra Cultural Dezembro Imigrante –
  • Participação do NEER na proposta de atualizar curricular ao longo do ano letivo .
Formação:
  • GT- NEER/DIPEDS – De abril a dezembro de 2017.
  • DRE Butantã – Relações Étnico-Raciais
  • Formação em JEIF EMEF Theresa de Carvalho
  • Formação para Educação Étnico-Racial - UNIPALMARES
Visita técnica:
  • EMEF Infante D. Henrique – em referência ao trabalho de acolhimento ao estudante imigrante. Link: https://educacaoeparticipacao.org.br/acontece/diversidade-cultural-na-perspectiva-da-educacao-integral-o-trabalho-de-duas-escolas-em-sao-paulo/

2016
  • I Seminário Iberoamericano - Práticas Pedagógicas na Educação Infantil:
  • Reflexões sobre o exercício da docência com os bebês e crianças pequenas
  • “Migração Como Direito Humano: Rompendo o Vínculo Com o Trabalho Escravo”
  • “Olhares Cruzados na diversidade em São Paulo – Módulo I”

2015
  • Curso “A temática indígena na agenda escolar”
  • Curso “Momentos e lugares da presença indígena em São Paulo”
  • Especialistas no campo artístico e arte-educadores desenvolveram atividades formativas por meio de oficinas hip-hop, arte-afro-brasileira e indígena, jogos, audiovisual, capoeira, danças afro-brasileira e indígena, contação de histórias, música, percussão, teatro e sobre movimentos migratórios.
  • Curso “Etnomatemática, uma das implicações em sala de aula- diversidade cultural africana e afro-brasileira”.

2014
  • “Abordagens do Ensino como Pesquisa: Culturas Indígenas”
  • Elaboração de questionário parte do GT Intersecretarial para a Educação das relações raciais para subsidiar formatação de ações voltadas para discussões sobre migrações, cultura latino-americana e história das culturas afro-brasileiras, africanas e indígenas.
  • “Educação e Relações Raciais: melhores indicadores na qualidade de vida e da educação”. DRE – Freguesia do Ó.
  • Realização de 752 encontros formativos para os profissionais da educação
  • Constituição do Grupo de Trabalho Permanente de Educação para as Relações Étnico-Raciais Leis 10.639/03 e 11.645/08 (GTP ERER), formado pela equipe da SME/COPED/NEER e por representantes das 13 Diretorias Regionais de Ensino (DREs) e suas Divisões de Orientação Técnico-Pedagógica (DIPED), Supervisão e Programas Especiais/Educação Integral e os CEUS, grupo que forma colegiada formulou, gestou e articulou a implementação de ações relacionadas às temáticas.

2013
  • Formação Continuada – Coleta de Materiais para oficina com educadores

2012
  • Capacitação dos gestores da rede municipal turma piloto em Educação Infantil – Freguesia do Ó
  • Capacitação de professores 14 turmas em todas as regiões do município

2011
  • Oferta de cursos de formação de gestores para as DRE – Capela do Socorro, Santo Amaro, Penha, Freguesia do Ó, Jaçanã/Tremembé, São Miguel Paulista e Itaquera;
  • Publicação: “Orientações Curriculares para o Ciclo I”;
  • Aplicação de pesquisa sobre a implementação das DCN-ERER

2010
  • Credenciamento de professores-formadores habilitados para oferecer formação em ERER
  • Contratação de profissionais para os cursos de formação de professores e gestores da Educação Infantil e Ensino Fundamental
  • Realização de atividades de formação de professores (História e Cultura Africana e Afro-Brasileira, Literatura e Culturas Africanas e Afro-brasileiras, História e Cultura dos Povos Indígenas, e História e Cultura dos Povos Latinos).

2009
  • Políticas para a Implementação das DCN no Município
  • Credenciamento de Assessoria para a implementação das DCNERER
  • Formação continuada em ERER para as DREs de Campo Limpo e Itaquera
  • Instituição do Grupo Educação para as Relações Étnico-Raciais
  • Atendimento à população imigrante: bolivianos e decasséguis
  • Estágios com alunos do curso de história da Universidade de São Paulo

2008
  • Publicação: “Orientações Curriculares e Proposição de Expectativas de Aprendizagem de Educação Étnico-Racial”.

2007
  • Grupo de Referência para a elaboração das “Orientações Curriculares e Proposição de Expectativas de Aprendizagem de Educação Étnico-Racial”.

2006
  • Projeto A cor da Cultura
  • Aquisição e distribuição de material didático voltado à ERER (Educação das Relações Étnico-Raciais)
  • Projeto Trilhas Negras e Indígenas

2005
  • Curso: História e Cultura Afro-Brasileira – ensinar e aprender na diversidade Afro-Brasil
  • Mostra do Cinema negro e indígena

Legislação

  • LEI 9.394 Das Diretrizes e Bases da Educação Nacional de 20 de dezembro de 1996.

  • Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Parecer CNE/CP nº 3 de março de 2004.

  • DECRETO Nº 4.886, de 20 de novembro de 2008 – Política Nacional de Promoção da Igualdade Racial – PNPIR.

  • Parecer CEB nº 14-2015 – Diretrizes Operacionais para a Implementação da Cultura Indígena na Educação Básica.

  • LEI Nº 16.478, DE 8 DE JULHO DE 2016 - Institui a Política Municipal para a População Imigrante, dispõe sobre seus objetivos, princípios, diretrizes e ações prioritárias, bem como sobre o Conselho Municipal de Imigrante..