A Jornada Pedagógica de 28 de Junho como movimento formativo na Rede Municipal

A Jornada Pedagógica realizada em 28 de Junho foi um movimento inédito e bem sucedido na história da Rede Municipal de Ensino de São Paulo (RME-SP). Foi o momento onde todos os Profissionais da Educação Infantil pararam para refletir a respeito das ações de implementação curricular e como estas impactam o fazer dos Educadores junto aos bebês e crianças no cotidiano das Unidades Educacionais.





Tivemos neste dia várias propostas de formações simultâneas. Foram palestras, relatos de práticas, mesas de discussão, visitas e oficinas nos territórios das 13 Diretoria Regionais de Educação (DREs), em aproximadamente 400 espaços dos territórios da cidade, como: os 46 Centros Educacionais Unificados (CEU), universidades, Unidades Educacionais, bibliotecas municipais, museus, espaços públicos e parceiros.


Para a materialização deste dia da Jornada Pedagógica, tivemos como princípio o trabalho colaborativo. Tudo foi construído coletivamente com a parceria das Diretorias Pedagógicas (DIPED) das DREs; Divisões e Núcleos da SME; Assessoras da Divisão de Educação Infantil (DIEI); palestrantes convidados; editoras e autores de literatura infantil, via Câmara Brasileira do Livro; de Organizações Não Governamentais como o Mulheres do Brasil, com comitês de Educação, Sustentabilidade, Saúde, Violência, Igualdade Racial, Cultura e Inclusão.





Abertura Oficial – A formação central aconteceu no campus Indianópolis. Contou com a apresentação cultural da banda Furunfunfum e a presença do ex-secretário João Cury. Mariana Alcalay, Diretora de projetos pedagógicos da UNESCO Brasil em Brasília falou sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e as ações para alcançá-lo. A Professora Simonetta Cittaddini, Diretora da L’Atelier School e do Centro de Cultura e Criatividade, em Miami na Flórida, fez palestra com tema “Infância, currículo e experiência: caminhos para pensar a escola e a aprendizagem do mundo”. Houve também o relato de prática “A escuta das vozes infantis, registro da busca pela prática”, feito pela Professora Alessandra Assis, do Centro de Educação Infantil (CEI) Vila Carmosina, da DRE Itaquera.


#JornadaEI - Sugerimos aos participantes que compartilhassem em suas redes sociais registros de suas participações na jornada utilizando a #JornadaEI e foi um sucesso de publicações. Nosso mapeamento indicou que foram feitos mais de 150 stories e 744 publicações no feed com esta marcação no Instagram, além de inúmeros posts no facebook e no Twitter. 

Os registros foram extremamente positivos e narraram um pouco das experiências de cada Educador participante em seu território. Com uma conta no instagram é possível acessar e ler cada um deles. Confira:


Registros nos stories
https://www.instagram.com/stories/highlights/17962603189301043/

Publicações no feed
https://www.instagram.com/explore/tags/jornadaei/


Sentido da Jornada Pedagógica - ao pararmos para pensar sobre o sentido da palavra “jornada”, seu significado remete à trajeto, percurso,
caminho, rota e trajetória. Nesta perspectiva, entendemos hoje que a Jornada não foi somente o dia 28 de Junho, mas todo o percurso formativo até aqui construído para a concretização do sonho de vermos todos Educadores juntos, como uma comunidade de aprendizagem, trocando seus saberes, experiências e práticas a respeito das ações de implementação curricular.

Que tenhamos a compreensão que o dia 28 de Junho não foi um dia que se encerrou em si, ao contrário, foi a coroação de um processo iniciado em 2018, quando escrevemos o documento curricular e que se desdobrará em muitas outras ações formativas nas diversas unidades educacionais da nossa REDE, se juntos tivermos o foco da JORNADA enquanto processo.

Sabemos que, em 29 de Novembro teremos outro momento de parada na Rede, no entanto, não partiremos do mesmo ponto, porque estamos num processo de continuidade. Podemos considerar o que foi bom e o que necessitará de ajustes frente ao desafio de replanejar a Jornada como um percurso formativo, junto aos Educadores da Rede e de forma a alcançarmos a qualidade que os nossos bebês e crianças têm direito!

Desta forma, todas as ações planejadas e executadas ao longo de 2019 e 2020 visam, antes de qualquer coisa, auxiliar a RME-SP na implementação curricular. Assim sendo, o cotidiano de cada Unidade é essencial tanto para materializar e significar a Jornada, bem como permitir experiências diárias que deem sentido as proposições curriculares.


Divisão de Educação Infantil – DIEI