Portal da Secretaria Municipal de Educação

Coordenadoria de Alimentação Escolar

A Coordenadoria de Alimentação Escolar (CODAE) da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo é responsável pelo gerenciamento técnico, administrativo e financeiro do Programa de Alimentação Escolar da Cidade de São Paulo.

A partir da publicação do Decreto nº 53.974 em junho de 2013, que alterou inclusive sua denominação, o Departamento da Merenda Escolar (DME) tornou-se Departamento de Alimentação Escolar (DAE). O decreto 56.793 alterou o nome para Coordenadoria de Alimentação Escolar (CODAE). Suas atribuições são:

• Assegurar o emprego de alimentação saudável e adequada, compreendendo o uso de alimentos variados e seguros, aos alunos matriculados na rede direta, indireta e particular conveniada do Município;

• Contribuir para a melhoria da alimentação dos alunos, mediante programas de educação alimentar e nutricional, visando o desenvolvimento de práticas saudáveis de vida;

• Planejar, organizar, coordenar, executar controlar e fiscalizar as atividades relativas ao abastecimento de gêneros alimentícios, afetas à alimentação dos alunos;

• Planejar os cardápios oferecidos na alimentação escolar dos alunos da rede direta, indireta e conveniada;

• Definir os cardápios a serem oferecidos pelas empresas contratadas pela Prefeitura;

• Homologar os produtos que serão oferecidos pelas empresas contratadas aos alunos da rede municipal de ensino, em quaisquer das etapas da alimentação escolar;

• Supervisionar a fiel execução do cumprimento dos cardápios elaborados pela Coordenadoria;

• Zelar pela segurança alimentar e nutricional, por meio de ações educativas desenvolvidas conjuntamente com o quadro de nutricionistas da Coordenadoria de Alimentação Escolar e das equipes das unidades educacionais, órgãos intermediários e centrais da Secretaria Municipal de Educação;

• Verificar a disponibilidade de oferta dos produtos no mercado;

• Definir os produtos a serem adquiridos;

• Gerenciar a logística de distribuição dos gêneros alimentícios;

• Analisar a aceitabilidade e avaliação qualitativa dos produtos adquiridos;

• Cooperar para o fomento da produção da agricultura familiar, privilegiando opções agroecológicas e orgânicas, nos termos da lei;

• Subsidiar tecnicamente os órgãos da Administração Pública encarregados de processar as licitações públicas e demais modalidades de compra de produtos/gêneros utilizados na alimentação escolar;

• Elaborar protocolo de atendimento a dietas especiais.

Em números aproximados, mais de 2.175.000 refeições diárias são servidas aos 900 mil alunos atendidos pelo Programa de Alimentação Escolar nas 3.159 unidades educacionais, distribuídas em 13 Diretorias Regionais de Educação (DREs) que apoiam a gestão da educação municipal.

Neste universo de unidades educacionais, o PAE é atendido nas gestões direta, mista e terceirizada e atendimento conveniado, sendo supervisionado pela CODAE para contribuir com o cumprimento das boas práticas de manipulação de alimentos e o fornecimento de uma alimentação segura.

Cursos e treinamentos são realizados pela CODAE para formar e aperfeiçoar os profissionais escolares na gestão do Programa, fornecendo subsídios técnicos e administrativos.

Os cardápios são cuidadosamente planejados para atender às necessidades nutricionais dos alunos durante o período em que estão na unidade, estando em concordância com a Estratégia Global para a Promoção da Alimentação Saudável, Atividade Física e Saúde da Organização Mundial da Saúde (2004), com as Diretrizes do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE/FNDE), além de toda legislação vigente.

Conheça: 


A Equipe da CODAE

Programa de Alimentação Escolar no Brasil

Programa de Alimentação Escolar no Município de São Paulo

Unidades Educacionais

Tipos de Gestão do Programa de Alimentação Escolar

Qualidade de Nossos Alimentos

Legislação