Serviços de Apoio

Além de poder contar com o apoio de todo quadro de educadores das escolas, que tem entre suas funções atividades específicas em relação aos educandos com deficiência, definidas pelo Decreto n° 54.453/13, os educandos que não tem autonomia para locomoção, higiene e alimentação e que necessitam de apoio intensivo para que possam participar efetivamente das atividades escolares contam com o auxilio de um Auxiliar de Vida Escolar – AVE.

O AVE pode atender até seis educandos com estas características, por turno.

Classes que tem educandos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/ superdotação podem ter um estagiário de pedagogia para apoiar o professor, quando necessário.

Destacamos que estes serviços de apoio não podem interferir em um dos grandes objetivos da educação que é o desenvolvimento da autonomia, tão importante para este público, dentro do ambiente escolar. A existência destes serviços não é uma condição para obtenção da matrícula. Escolas que não contam com estes serviços de apoio, organizarão com o seu quadro de profissionais o atendimento às necessidades dos educandos público alvo da educação especial, nos termos do Decreto n° 45.415/04.